O guia para iniciados para cuidar do seu relvado

setembro 01, 2020 7 min leitura

A aparência do seu relvado pode fazer ou quebrar toda a sensação da sua propriedade e como tal, não é surpresa que o cuidar do relvado esteja no topo das prioridades da jardinagem para a maioria das pessoas. Os relvados têm um conjunto de benefícios que pode nem ainda ter percebido.

Contudo, se nunca teve ou cuidou de um relvado, pode-se estar a sentir um pouco deslocado. É completamente normal tendo em conta que tem muita cosia para se lembrar, mas rapidamente lhe apanhará o jeito, mesmo que não tenha “nascido” para a jardinagem.

Se é um principiante nos cuidados de um relvado, este guia é para si, considerando que lhe vamos explicar os cuidados básicos para manter o seu relvado com uma aparência limpa e cuidada, desde as melhores práticas e corte da relva, à fertilização e rega.

Melhores práticas para cuidar do seu relvado:

Começando pelo princípio, mesmo um novato consegue levar a cabo as melhores práticas para cuidar do relvado. Todas estas são coisas devem ser feitas independentemente do tipo de relvado que possui e iremos detalhar passo a passo neste guia:

                Permitir que a relva cortada se decomponha naturalmente no seu relvado.

                Faça uma fertilização correta

                Areje quando apropriado

                Corte a relva tantas vezes quantas as alturas do ano requerem

Apare as extremidades de acordo com suas preferências pessoais

Mesmo como novato, ao seguir estas práticas irá estar no bom caminho para ter um relvado limpo e cuidado.

Com que frequência deve aparar a sua relva?

Uma das perguntas mais comuns no que diz respeito a cuidar da relva é “Com que frequência deve cortar a sua relva?”.

Lamentavelmente, não há uma resposta definitiva para esta questão, considerando que depende do clima de onde vive e do tipo de solo que tem.

Contudo há algumas regras que pode seguir que detalhamos em seguida. Tenha consciência que se vive no Sul, pode ter que começar umas semanas antes do que se fosse a Norte:

Março

O seu relvado deve começar a crescer novamente na Primavera proporcionando-se o primeiro corte do ano. Se possível, deve iniciar o corte com a relva seca se possível e aplicando um corte alto.

Abril

A temperatura deve aumentar durante esta altura e juntamente com ela, o crescimento da sua relva também. Dependendo do crescimento, deve apontar para cortar o seu relvado a cada 2 semanas, 10 dias ou semanalmente.

Maio & Junho

Esta é a altura para cortar a relva com frequência, coo tal deve apontar para cortar o seu relvado semanalmente. Pode também baixar a altura de corte, mas não deve ir abaixo dos 4cm de altura da relva.

Julho & Agosto

Se o seu relvado ainda está húmido, continue a cortar a relva como fez em Maio e Junho. Contudo, o seu relvado pode começar a ficar seco nesta altura do ano… neste caso, o seu crescimento pode abrandar. Tente garantir o corte da relva pelo menos a cada duas semanas. Se o relvado está quente e seco, deve na mesma garantir o corte a cada duas semanas, mas aumente a altura do corte.

Setembro

A “chuva de Outono” no fim de Agosto e princípio de Setembro ajuda o relvado a crescer, como tal, corte frequentemente com uma altura mais baixa. No entanto, se o seu relvado é propício a musgo, deve aumentar a altura do corte em vez de baixar.

Outubro

É nesta fase que deve começar a abrandar a sua actividade de corte da relva. É também nesta altura que deve alterar o seu corte para a altura de Inverno.

Novembro

É muito provável que o corte em Novembro seja o último do ano. Utilize o seu corta-relvas para sugar as folhas secas que se encontram espalhadas no seu relvado, se o seu cortador tiver esta funcionalidade.

Durante o Inverno:

Nesta altura, o corte regular da relva deve ter terminado, mas aparar o seu relvado com um corte alto de vez em quando é benéfico. Nunca deve cortar a relva com geada ou se fizer muito frio ou geada num prazo de 24h.

Como ter as extremidades perfeitas:

As extremidades perfeitas não só melhoram a estética do seu relvado, mas também tornam o corte do seu relvado muito mais fácil. Há muitos produtos no mercado que podem ajudar a ter as extremidades do seu relvado perfeitas e de forma fácil. Pode comprar:

Pedras para delinear as extremidades

Madeira para delinear as extremidades

Plástico ou metal para delinear as extremidades

Ao aplicar estes ao longo das extremidades do seu relvado, irá proporcionar um acabamento perfeito, contudo existem maneiras de ter este acabamento perfeito sem a utilização deste tipo de produtos.

Após cada vez que cortar o seu relvado, deve utilizar uma tesoura de jardinagem para aparar as bordas irregulares que estão a crescer para lá das margens.

Com os utensílios certos poderá ter as margens perfeitas. É recomendado que faça isto pelo menos uma vez por ano e conforme as necessidades, para manter o seu relvado nas melhores condições, e pode sempre utilizar uma mangueira ou um bocado de madeira como guia de corte para lhe facilitar o trabalho.

Com que frequência deve regar o seu relvado

A frequência de rega do seu relvado depende do tipo de solo e as condições climatéricas do sítio onde vive. Coo estimativa, deve pelo menos regar uma vez por mês.

Ainda assim, e tendo em conta que deverá conhecer o seu relvado melhor que ninguém, deve sempre observar os sinais de quando necessita de regar, pois é sempre a melhor maneira de saber quando precisa de ir buscar a mangueira. Alguns sinais incluem:

A relva a perder a sua elasticidade

A relva começar a perder a tonalidade

É importante lembrar que, ter a relva molhada à noite promove doenças e, como tal, a melhor hora para regar o seu relvado é logo pela manhã, antes do dia começar a aquecer. Tente evitar regar o seu relvado durante o dia uma vez que o Sol irá fazer evaporar a água antes de ser devidamente absorvida.

Como deve manter o seu relvado fertilizado

A melhor altura para fertilizar o seu relvado é na Primavera, quando a relva começa a crescer, o que significa que a temperatura do solo está a aumentar gradualmente.

Recomendamos que utilize um fertilizante de libertação lenta para que os nutrientes sejam decompostos durante um período mais longo, para que não tenham que ser aplicados com mais frequência. Com um fertilizante de libertação lenta, pode mesmo só ter necessidade de o aplicar a cada 6 ou 8 semanas.

Tenha atenção aos números na embalagem do fertilizante, pois eles dizem-lhe a quantidade de nitrogénio, potássio e fosfato (estes são essenciais ara o seu relvado) que existem no produto. Um saco de 20-5-10 é um bom ponto de começo para a maioria dos relvados.

Os profissionais tendem a utilizar spray para fertilizar, mas, é complicado para alguém com menos experiência proceder a uma aplicação correcta e bem espalhada. Por este motivo, recomendamos que utilize granulado espalhando-o de maneira uniforme.

Após a primeira fertilização do ano, deve apontar para fazer outra quando passadas 4 semanas, e após isso, a cada 6 ou 8 semanas. Utilizar um fertilizante orgânico é aconselhado para a terceira fertilização do ano em oposição ao fertilizante tradicional.

Fertilizar o seu relvado é um processo relativamente simples, mas há algumas coisas que deve sempre ter em mente:

Quanto mais rega o seu relvado, mais fertilizante irá necessitar

É muito importante fertilizar o seu relvado no Outono, uma vez que é nesta altura que as raízes da relva começam a enfraquecer

Leia atentamente a embalagem do fertilizante, pois produtos diferentes podem ter que ser aplicados de maneira diferente, nomeadamente nos níveis de água necessária, bem como a altura em que deverá fazê-lo (antes ou depois da aplicação do fertilizante)

Deve sempre apanhar os granulados perdidos e deitá-los fora para que não contaminem rios e lençóis linfáticos quando chove.

Fertilizantes comprados na loja podem ser pouco dispendiosos e podem mesmo estragar o seu relvado se os aplicar em grande quantidade, contudo tem sempre a opção de fazer o seu.

Muitos dos itens domésticos podem ser verdadeiramente benéficos para o seu relvado, incluindo elixir dentário, cerveja, bebidas com gás (sem ser de dieta), champô, sabonete e amónia.

A coisa mais importante para se lembrar relativamente à fertilização é que, embora seja importante fazê-la, em demasia pode ser prejudicial. Os nutrientes são ótimos para o seu relvado, mas aplicados em demasia podem fazer mais mal que bem.

Como arejar o seu relvado

O arejamento do seu relvado é efectuado através da realização de pequenos buracos para permitir que ar, nutrientes e água penetrem nas raízes. O arejamento ajuda o relvado a fortalecer e as raízes a crescerem mais fundo. A razão mais comum para a necessidade de arejar a relva é o solo compacto.

A maneira mais comum de arejar o relvado é pressionando uma ferramenta manual de arejamento no solo até mais ou menos 30cm.

Deve considerar arejar o seu relvado se:

Seca facilmente e parece esponjoso

Foi implementado numa casa construída recentemente

                For frequentemente utilizado por pessoas ou animais a brincar em cima do mesmo

Antes de iniciar o arejamento, deve garantir que o solo está húmido. Por este motivo, é aconselhado que areje depois de um dia de chuva, ou no dia seguinte a regar o seu relvado.

 Ao utilizar a sua ferramenta de arejamento, garanta que apanha as áreas mais compactadas várias vezes, de forma a cobrir uma maior percentagem da superfície do solo.

Após o arejamento, é importante continuar com um cuidado apropriado como cortar, regar e fertilizar.

Como pode arranjar um relvado amarelado

Há muitas causas para relvados amarelados, muitas das quais pode despistar aqui, mas há algumas maneiras de tornar novamente verde o seu relvado amarelado. Um dos seus primeiros pontos de ação deve ser seguir as melhores práticas para cuidar do mesmo, mencionadas no início deste post.

Em todo o caso, existem outas ações que podem fazer o seu relvado ficar novamente em bom estado:

                Mantenha a lâmina do seu corta-relvas afiada e aponte para apenas aparar a relva quando esta estiver seca.

                Desbaste e apare a vegetação em redor (árvores, arbustos, etc.) para que as quantidades de luz adequadas possam chegar à relva.

                Melhore a drenagem do relvado.

                Regue pela manhã, com pouca frequência, mas profundamente.

                Apanhe as folhas e aparas de relva para evitar doenças e pestes.

 

Esperamos que este guia o(a) tenha colocado no bom caminho para cuidar correctamente do seu relvado. Se procura algumas ferramentas para iniciar os seus trabalhos, poderá encontrar bastantes na nossa página de ferramentas de jardim.


Não perca as nossas ofertas e novidades!